domingo, outubro 22, 2006

Broche no Cromeleque

O fim-de-semana esteve muito chuvoso, mas estava a ser óptimo!

Alguém nos disse: "Porque não vão ver o Cromeleque? É fantástico e uma mostra belíssima do tempo pré-histórico"!

Como não havia mais sítios para visitar, e porque o tempo também não convidava a continuar o passeio pela cidade a pé, decidimos ir! Vários quilómetros de estradas estreitas e sinuosas, onde o alcatrão chegou apenas até metade do caminho!

Cada vez chovia mais e nem tínhamos bem a certeza se estávamos no caminho certo! Passaram dois ou três carros no sentido contrário ao nosso, com jovens casais! Nós entreolhávamo-nos e sorríamos: aquele sítio recôndito parecia realmente convidativo a "outras práticas"!...

Finalmente chegámos! Cromeleque à vista!!!

Mesmo a chover, saímos para o campo, para ver bem de perto!

Estava um casal estrangeiro a tirar fotos, mas foram embora logo a seguir!
Nós andámos por ali, a tirar fotos e a brincar "às escondidas" por entre os menires! A disposição cilíndrica é fascinante e ficamos a pensar qual o propósito de estarem ali, dispostos daquela maneira precisa! Parecia uma clareira de "caralhos" entesados, a olhar continuamente para o céu, à espera sei lá de quê!
Quando disse ao meu Rei o que aquilo tudo me parecia, ele fartou-se de rir!!!
Pus a língua de fora para alguns deles, a simular que os estava a lamber e tirámos mais fotos! Montei em cima de outro, como se me estivesse a vir com o prazer e continuámos a sessão de fotografias! O meu Rei estava divertidíssimo com a ideia que eu tinha tido, mas a chuva intensificou-se e tivemos que correr para dentro do carro!

Já dentro do carro, com a chuva cada vez mais intensa, sentimos despertar uma tesão quase incontrolável!

Não foram necessárias muitas palavras: desapertei-lhe a braguilha das calças, tirei o seu pau duro pra fora e comecei a comê-lo!


O meu Rei recostou-se no banco, a ver-me devorá-lo! Chupei-o, lambi-o, engoli-o até ao limite da minha garganta!

Senti-o pulsar dentro da minha boca, senti a sua tesão quase sem controlo!

A chuva continuava a cair forte e aqueles menires, entesados mesmo à nossa frente, estavam a tirar-nos “do sério”!

Não parei de o comer, até sentir o seu leitinho gostoso na minha boca!
Aquele sabor gostoso, quente, a encher-me a boca, a querer escorrer pelos meus lábios! Continuei a lambê-lo e a chupar bem devagarinho, até o orgasmo dele se desvanecer, com muita calma!


Quando levantei a cabeça, tinha parado de chover! O meu Rei beijou-me, “guardou” o seu menir dentro das calças, e seguimos viagem!


Era hora de pensar em voltar pra casa!...

21 comentários:

asdrubal tudo bem disse...

Bom dia. Que tesão logo de manhã. Que sorte tem o teu Rei.
Adorei a vossa fotografia. Fico á espera das próximas.

Bonboca disse...

Olá..que post excelente. Nunca tinha olhados os menires nessa prespectiva..eheheh. Adorei a foto. Beijos

cheiodetesao disse...

E achas bem deixares-me com uma tesão doida a estas horas da manhã?!

E agora, que é que eu faço?

Foda-se, que agora também eu quria um broche como fizeste ao teu Rei...

:)

PS: A foto é vossa?

B. disse...

Foi dos menires, ou foi da chuva, do descampado... se calhar foi tudo LOLLL

belo domingo sua marota!

queria agradecer as tuas palavras no meu blog

um beijo

cheiodetesao disse...

Se gostei?!

Poças, Luna... Adorei e foi verdade que fiquei com uma tal tesão, que... tu sabes o que aconteceu.

É que eu e a Afrodite temos uma cena parecida, mas não junto a menires. Foi no campo, perto de um viaduto da auto-estrada A2. Vou pedir-lhe a ela que conte!

DoceDeBoca disse...

ui que fim de semana gostoso... isso e que foi partir em busca das descubertas arquelogicas... e o premio hummmmmm um delicioso menir de comer e chorar por mais

Gerentes disse...

Nada como uns passeios culturais ;)

Beijos e abraços

Ana e Jorge

amante do prazer disse...

sem dúvida genial...
parabéns aos dois

Seda disse...

Oi Heidi
Hum que passeio delicioso...deixou a Seda com vontade...hehehe...obrigado pela visita...boa semana e muitos bjos com tok de SEDA

Laura disse...

A sensibilidade, a sensualidade à flor da pele...Heidi querida.
Acho que sinto o mesmo que tu em relação aos fálicos...e ao broche no carro...e a chuva....Huuummmmm....
Beijos

ninfa disse...

ahahaha!!

nunca tinha pensado em menires como caralhos entesados :p adoro essas ideias marotas!

beijocas

ZUKO disse...

É impressionante como passados milenios, o efeito dos menires ainda se mantem, não é?

:-)

Anónimo disse...

Parabéns! e eu que pensava que o Obelix não tinha concorrencia!!!

aqui-há-gato disse...

Eu bem digo... Esses Domingos são uma festa eheehh


Miau do gato

francisco luís meireles disse...

Agora que cai a chuva lá fora,
cá dentro a piça endureceu,
estimulada por essas palavras,
e por esses lábios que as não proferiram,
mas que as saborearam ávidamente...

Jquim_30 disse...

A tua escrita é simplesmente deliciosa :P

Gostei da forma como descreves todos os pormenores e da forma como tiras e proporcionas prazer.

Aguardo novas sensações.

:D

Cookie disse...

Os menires não sei que efeito terão em mim... pois ainda nao os fui visitar. Mas que a chuva intensa também me dá uma vontade enorme de devorar alguém, isso dá!

Seda disse...

Oi Heidi
Hum!!!voltei pra reler esse texto delicioso e muito sensual, deixando uma ansiedade e muiita vontade
Desejo uma linda quarta e te espero no tok com o texto " Aconteceu no estacionamento.."bjosss com tok de SEDA

caty disse...

Sabe bem sempre e em todo o lado...

Marquês disse...

Oi linda

Voltei, adorei o texto, e o meu menir também. :)

Beijo humido

Anónimo disse...

Fabuloso...
Parabens! continuem...
Abraço
Inviters